OEA - Declaração sobre neurociência, neurotecnologias e direitos humanos



O Comitê Jurídico Ibero-americano da OEA publicou importante declaração sobre "Neurociência, Neurotecnologias e Direitos Humanos: Novos Desafios Jurídicos para as Américas" (Neurociencia, Neurotecnologías y Derechos Humanos: Nuevos desafíos jurídicos para las Américas).


Como motivos que ensejaram a feitura desta declaração, o comitê destacou a recente emergência de tecnologias capazes de controlar a atividade cerebral humana, como os microchips de implante cerebral desenvolvidos pela empresa Neuralink, do empresário Elon Musk, e os dispositivos para tratamento de Parkinson e Epilepsia, e a ausência de um "neurodireito" consolidado que determine os limites jurídicos dessas práticas a nível internacional.


Para ler a declaração:

http://www.oas.org/es/sla/cji/docs/CJI-DEC_01_XCIX-O-21.pdf


Para mais informações:

https://www.univision.com/noticias/opinion/latinoamerica-vanguardia-proteccion-privacidad-mental


Fonte da imagem: Kamanau.org

 
 

Publicações recentes