Múltiplos fundamentos jurídicos e responsáveis pelo mesmo dano não gera multiplicidade indenizatória

A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), reformou parcialmente decisão da Justiça de Santa Catarina, onde a vítima de acidente de trânsito havia obtido as mesmas indenizações por danos morais, estéticos e materiais em ação trabalhista. Para maiores informações: http://www.stj.jus.br/sites/portalp/Paginas/Comunicacao/Noticias/Responsabilidade-baseada-em-fundamentos-diversos-nao-conduz-a-multipla-indenizacao-do-mesmo-dano.aspx

Múltiplos fundamentos jurídicos e responsáveis pelo mesmo dano não gera multiplicidade indenizatória