Suprema Corte Inglesa - Uber. Reconhecimento do vínculo trabalhista entre ex-motoristas e a empresa.


Conforme noticiado em julho de 2020 aqui no Summum Iuris, a Corte de Cassação Francesa reconheceu o vínculo trabalhista dos motoristas com o aplicativo Uber.


Agora foi a vez da Suprema Corte Inglesa decidir no mesmo sentido. Na última sexta-feira, dia 19 de janeiro, em decisão unânime, os lordes componentes da Suprema Corte negaram provimento ao último recurso do Uber e confirmaram as decisões anteriores no sentido de reconhecer o vínculo trabalhista entre ex-motoristas e o aplicativo, devendo esse indenizar os autores com o pagamento das verbas respectivas.


Acesso à decisão:

uksc-2019-0029-judgment
.pdf
Download PDF • 236KB

 
 

Publicações recentes

Eventos PUCRS - Law Tech Week

O evento será transmitido ao longo dos dias 04 a 08 de outubro, com múltiplos palestrantes. O evento é gratuito e as inscrições estão...